As respostas dos anticorpos ao coronavírus podem diminuir com o tempo, de acordo com um estudo que mostrou queda nas defesas naturais em britânicos que haviam sido expostos anteriormente.

Entre 365.000 adultos do Reino Unido selecionados aleatoriamente que se testaram em casa, 4,4% tinham anticorpos em setembro, em comparação com 6% em junho, de acordo com pesquisa publicada na terça-feira pelo Imperial College London e o serviço de votação Ipsos MORI.

O estudo sugere que os anticorpos, um marcador de exposição ao coronavírus, podem não ser duradouros em todas as pessoas infectadas, o que se soma a outras pesquisas que indicam que a imunidade pode ser finita.

Um pequeno mas crescente número de pacientes adoeceu com Covid-19 duas vezes, e não está claro quanto tempo a proteção de anticorpos de qualquer vacina duraria. Algumas vacinas protetoras em desenvolvimento também têm como objetivo estimular as chamadas células T, que podem combater o vírus.

Pessoas com teste positivo, mas sem sintomas de Covid-19, parecem perder anticorpos com mais frequência do que aquelas que sofrem efeitos perceptíveis da doença, mostrou o estudo.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

The post Defesa de anticorpos contra covid-19 cai com o tempo, mostra estudo appeared first on InfoMoney.