O estado do Rio de Janeiro registrou 68 mortes por Covid-19 e 3.223 novos casos da doença no período de 24 horas, segundo boletim divulgado na tarde deste domingo (7) pela Secretaria Estadual de Saúde.

Agora são 6.707 mortes e 67.756 casos no total. Se fosse um país, o estado do Rio seria o 20º do mundo com mais infectados. O recorde de mortes em 24 horas foi registrado na última quarta-feira (3), com 324 registros.

O estado de São Paulo, que neste domingo confirmou mais 87 mortes e 2.524 casos de Covid-19 em 24 horas, chegou a 143.073 casos e 9.145 mortes no total.

No Rio, 1.136 mortes estão sendo investigadas, sob suspeita de terem sido causadas pela Covid-19, e 51.546 pacientes se recuperaram da doença.

Os dez municípios que concentram mais mortes por Covid-19 no estado do Rio de Janeiro são a capital (4.462), Duque de Caxias (296), Nova Iguaçu (247), São Gonçalo (240), Belford Roxo (128), Niterói (126), São João de Meriti (113), Magé (98), Itaboraí (94) e Mesquita (69).

Os dez municípios com maior número de casos são o Rio de Janeiro (36.115), Niterói (3.915), São Gonçalo (2.331), Nova Iguaçu (2 183), Duque de Caxias (1.826), Itaboraí (1.512), Queimados (1 235), Macaé (1.209), Angra dos Reis (1.195) e São João de Meriti (1.097).

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), anunciou neste domingo que seguirá o próprio plano municipal de flexibilização do isolamento em função do combate ao coronavírus.

Na noite de sexta-feira (5), o governo do Estado recomendou a reabertura imediata de shoppings centers, bares, restaurantes e pontos turísticos, entre outros estabelecimentos. Mas o município manterá tudo fechado por enquanto, seguindo o roteiro anunciado na semana passada, que prevê a reabertura em seis fases.

*Com Estadão Conteúdo